terça-feira, 23 de setembro de 2008

Comentários

Finalmente, chegou o dia de voltar com tudo com o meu Blog. Ele é híbrido, assim como eu. Quero falar do mundo, dos fatos, de jornalismo, mas quero falar também de mim, do que penso e do que sinto. 

Passei o dia inteiro para fazer essa logo nova ai em cima. Achei maneiríssima!!! É a minha cara... 

Se ontem não sabia com o que começar essa retomada do blog, hoje não achei nada difícil. Afinal, preciso falar do que li. 

Lendo os jornais on-line para conferir as principais notícias da manhã, vi no site O Globo (agora não mais globo on-line) uma matéria que deu vontade de ler. Falava sobre a desigualdade social do país, que está dinuindo, mas num ritmo que aguardaremos 18 anos para estarmos no mesmo patamar que o aceitável no restante do mundo. 

Até ai nada de diferente, é evidente que o país melhora, mas que falta muuuuuito ainda para poder chegarmos a uma situação plausível. O que me incomodou mesmo foi um comentário. Adoro lê-los. São tantas opiniões diferentes, tantas vertentes... Cada pensamento com sua lógica e racionalmente dá para entender o que cada um escreve... quer dizer, quase da para entender... Porque estes comentários são também um belo espelho das mazelas da nossa sociedade.

Nessa matéria, um fulano comentou: "Desigualdade é bom.

O que dá incentivo para alguém se esforçar e melhorar sua posição na vida é desigualdade. A possibilidade que com esforço a pessoa poderá ganhar mais.

Se todo mundo ganha igual, qual será para alguém fazer faculdade para se formar engenheiro ou advogado?

Chega dessas idéias ridículas dos esquerdistas extremistas que quer abaixar a desigualdade.

Isso seria ruim para o país."

Além dessa criatura ter um português sofrível, realmente não deve saber o que é desigualdade.
Não sei se é rico, se tem posses, se fosse o caso, acredito que ao menos deveria ter concordância textual. Se não tem, ele nem se encaixa na 'elite', pois ela se acha uma elite cultural.

Caríssimo, como assim a desigualdade estimula alguém à fazer faculdade? Como ela pode ser boa para o país? Nossa! É uma inversão tão grande que fica impossível tentar se colocar no lugar de alguém que pensa assim. 

Desigualdade é ter brasileiro desfrutando de um belo almoço de 200 reais no porcão's rio e ter outro que não tem nem 100 reais por mês para viver. 

Desigualdade é alguém ir estudar fora do país enquanto outro pára de estudar e vai trabalhar nas carvoarias em regime de semi-escravidão. Como esse raio de desigualdade pode ser bom para o país?

Aff... é um comentário tão estapafúrdio que não merece mais linhas desse post.

É por essas que vale a pena, cada um de nós, darmos uma paradinha em frente a TV e olharmos com calma o horário gratuito. Precisamos fazer isso, para vemros os rostos daqueles que estão doidos para aumentar essa desigualdade e exercermos nossa cidadania plena, votando no menos pior, já que alguém que seja 100% honesto, esse eu não conheço e nem posso indicar.

6 comentários:

aline disse...

Conteúdo inteligente, prático e estimulante!!
Estarei sempre por aqui!!!!!

Bjinhossssssssss

greatdj disse...

Bem-vindo de volta!
sei bem como é mudar layout e tudo mais....
Estou fazendo isso no meu blog e o pior é que ainda estou na ativa!
Mas em relação ao seu texto, consigo enxergar a desigualdade como fator de impulso, pense comigo:
Se alguém tem dinheiro foi porque batalhou, logo tenho que batalhar para conseguir o meu!
É mais ou menos isso!
hehe

Daniel disse...

se ela (desigualdade) fosse uma apenas uma mola propulsora, seria excelente.

Agora pense como seria buscar esse impulso se você não tem nem o que comer ou trabalhar em serviço escravo. A nossa desigualdade, onde podemos lutar e equilibrar as condições financeiras não é a mesma de outras pessoas desse país.

É deles que devemos lembrar. Passar fome, nunca passei, mas deve ser péssimo!

TaIane disse...

Realmente sua cara...

paoskaposkaposk

Muito bom o conteudo de blog,
Parabens!!! (y)

BeijO

Lucas Fernandes disse...

Daniel,

É a primeira vez que passo neste blog. Cheguei até ele através do Orkut.

Bem, a desigualdade em qualquer vertente é abominável. A desigualdade alimenta apenas as classes e sujulga as categorias, que vendem sua força de trabalho, a fim de conseguirem dinheiro que lhes possibilite sustentar ante um mundo que exige capacitação para inserção no mercado de trabalho.

Opiniões divergentes acontecem e cabe ao blogmaster em questão, reafirmar seu ponto de vista e contra-argumentar com qualidade. Penso que foi este o seu caso.

Abraços e bom recomeço. Espero retornar a este endereço.
___________________________________
http://semfronteirasnaweb.blogspot.com

Alexandre Silva disse...

Bastante capitalista a opinião né. "Desigualdade é bom" aí completa "pq se ñ tiver desigualdade quem vai trabalhar pra mim?" rs, é meio duro, mas é a pura verdade.
Bacana mais um blog de jornalismo por aqui. Eu tb sou seu "colega" sofredor estudante...rsrs. Aliás, meu mais novo post é sobre jornalismo apesar do meu blog ñ ser sobre isso, conto com sua opinião por lá. Vai ser importante.
Abraço, valeu minha 1ª passagem por aqui. Já q gostei vou começar a vir...rsrsrs
Flow
http://falandoprasparedes.blogspot.com/