sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Onde o tempo não passa

Olhar em volta e ter uma sensação gostosa de paz. Cercado de montanhas verdes, onde a natureza canta com todas as suas vozes. De tão variados, o cantar dos pássaros remete a uma bela melodia. Cheios de harmonia, como sendo uma conversa ao pé-do-ouvido.

O vento toca as árvores e as convida para dançar… uma dança suave, num rítimo que nós ainda não aprendemos a dançar. O céu azul, com algumas belas núvens brancas e iluminadas completam o cenário desse verde. Admirar tudo isso quietinho, deixando-me seduzir e com a certeza que Deus o fez perfeito.

Ruas pequenas, casas bem cuidadas, remetindo a um tempo que não volta mais. A não ser aqui. Nesse lugar, parece que o tempo deixou de passar. Ele não corre, caminha lentamente, junto com a brisa e o som suave das nascentes.

Esse contato com a criação divina, com a nossa história, o nosso passado, me transforma, revigora e deixa com a vontade de que realmente o tempo não passe.

091120-135352
Ouro Preto, MG, a cidade onde o tempo demora a passar (por Daniel)

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Nosso dinheiro é um dos mais sujos do mundo

dinheiro_sujo A BBC Brasil noticiou hoje o novo ranking de corrupção da Organização Transparência Internacional. Como O Globo também informou, nosso país subiu 5 posições. Seria excelente, se não estivéssemos, na verdade, brigando pela lanterna com países como Suazilândia e Burkina Faso (?).

Numa métrica de 0 a 10, nosso país ficou com 3,7. Com essa nota, acho que nem com a tal da aprovação automática do ex-prefeito carioca César Maia o Brasil passaria de ano (sic). O tal ranking serve para avaliar a percepção de corrupção. Curioso é ser percepção

Na verdade, todo brasileiro tem muito mais que isso. Temos certeza deste que é um dos principais problemas que impedem nosso país de ser o Brasil do Futuro, muito profetizado no passado, mas que não chegou ao presente.

O lamentável é que na contramão de tudo isso, somos ricos! Muito ricos! O total da riqueza que geramos está entre as maiores do planeta. Ao dissabor disso, estamos entre os piores em corrupção. Isso mostra que poderíamos ser um país diferente. Com muito mais igualdade, já que dinheiro, na verdade, não falta.

É muito raro alguém não ter vivido uma experiência ligada a corrupção. Eu mesmo já vi de tudo um pouco. Desde o tradicional faz-me-rir deixado nas blitzes de trânsito até situações mais graves, como alguém muito próximo a mim, que embora tivesse direito, não se aposentou ainda porque não pagou suborno aos funcionários do INSS.

Recentemente a grande mídia também divulgou que as prefeituras –principalmente no interior- desviam a maior parte das receitas recebidas. É a grana que deveria ir para a saúde, educação, infraestrutura, mas pára na mão de pessoas que não têm ética. Questão de caráter. E isso é bem mais difícil de se alterar. Para sermos o que pretendemos e o mundo espera que sejamos, vamos precisar de transformação social. Onde as pessoas entendam seu papel na sociedade. Assim, chegaremos perto de sermos uma nação, onde o indivíduo não se incomode de apoderação do que não lhe é de direito.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Superpop Surpreende com boa condução de debate

luciana Como é bom ser surpreendido! Nesta última quinta-feira, para não dar ibope ao tal filme Turistas, que nos mostra como selvagens tropicais, zapeando parei na Luciana Gimenez… E que boa surpresa!

Parece que realmente está ela disposta a dar um pequeno salto de qualidade no Superpop. Na ocasião, ela conduzira de forma muito correta um debate com estudantes da universidade paulista onde a poucos dias ocorreu uma verdadeira balburdia, totalmente desnecessária, por causa de uma aluna que estava de minisaia. Constrangedor ver que um monte de universitários tentavam se justificar para dizer que estavam corretos ao colocarem 700 pessoas xingando e humilhando a ousada moça.

No programa ainda foi mostrado um outro caso de vandalismo da mesma universidade, onde alunos bateram em uma pessoa que furou um protesto por não querer participar da manifestação por ter mais a fazer.

Ridículo para esses alunos, que agora estão superpreocupados com a imagem que fizeram da faculdade. Bem feito para eles! É um absurdo tanta hipocrisia no caso da minisaia, se todo mundo sabe das orgias e depravações que rolam nas chopadas e festinhas universitárias.

Excelente para a Gimenez, conduziu muito bem, não caiu de pau em cima dos alunos, mas mostrou na classe o quanto eles precisam ser educados e mudar esse tipo de comportamento. Uma boa surpresa!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Gugu, Eliana, Justus, Pânico e até a Gimenez: A guerra pela audiência continua!!!

tvQuatro meses depois do troca-troca milionário entre os artistas da linha de shows da TV, o Apenas volta a escrever sobre o assunto. E tenha certeza: muita coisa e nada mudou ao mesmo tempo! Sendo que agora até a Gimenez entrou na briga!

Em junho, a demandada entre os Apresentadores de TV deu o que falar em todas as mídias. Eliana e Justus abandonaram seus sucessos na Record e desembarcaram no SBT, já Gugu fez o caminho inverso e levou seu pintinho amarelinho para o canal dos Bispos (relembre aqui). O saldo parcial dessa história tem altos e baixos.

Eliana

A loira dos dedinhos vai bem obrigado. Também pudera: competir consigo mesmo não deve ser tão difícil. Tanto que ela mudou de emissora e continua brigando pela audiência, as vezes até buscando a liderança.

Ana Hickman é quem atualmente comanda o “Tudo é Possível”. Os programas praticamente siameses vão ao ar no mesmo horário. Nesse último domingo, véspera de finados, o quadro da transformação (aquele que eles pegam alguma mulher maltratada na rua e dão um trato) foi ao ar simultaneamente. Enquanto Eliana revelava como ficou sua transformada, Hickman fazia exatamente o mesmo no Record. Os desavisados que zapeassem nesse instante poderiam até achar que o controle remoto falhou.

Gugu

Já dá para perceber que o “Programa do Gugu” teve ganho de qualidade. Na dúvida, veja o programa que ficou no comando de Celso Portioli e perceba que o Domingo ficou ainda menos Legal. Depois de um pouco esquecido no SBT, longe dos tempos áureos em que disputava ponto-a-ponto a preferência do telespectador com o quase ex-gordinho Fausto Silva, parece que Gugu voltou a respirar.

Mas a duração de seu programa é longa e ainda falta criatividade em sua produção. A dificuldade em criar quadros faz com os que já existem tenham a edição arrastada demais. No último eu dormi e não vi a entrega da reforma do apartamento. Também pudera: deu até para ver passo-a-passo como se reforma um sofá! Claro que deu sono também. Lento, pode melhorar e está. O Loiro não confunde mais o nome do programa (rs), voltou a brigar pela audiência, sobrou até para o Fantástico, que amargou baixos índices e já se fala até na volta da Glória Maria.

Justus

Esse foi o maior fiasco. Abandonou a Record no auge do sucesso do Aprendiz. Tripudiou da sua antiga casa, dizendo que não tinha sido valorizado por não ter contrato longo. Provavelmente esqueceu que a Barra Funda até colocou no ar a ensossa da esposa dele só para agrada-lo.

Seu programa vai mal. Como um bom publicitário, ele propagandeou que seu cenário era o mais alto já visto, que teve que ser produzido em outro estúdio, blábláblá… Hoje ele perde até para a Rede TV. Exibido as quartas-feiras o programa tem ficado em quarto lugar, com direito a gozação da Gimenez via twitter: “Justus, você pode não considerar, mas que apanhou, apanhou. Ficou bravo! É normal, Roberto. A galera jovem é assim. Quarta que vem tem mais!”. E ele que alegava que o problema era concorrer com o futebol…

Só falta mesmo a próxima edição do Aprendiz fazer tanto ou mais sucesso que na época de Justus. Agora no comando do João Dória Jr. o programa promete ser mais didático e menos arrogante com os participantes. Atingindo êxito, ficará claro que é pela fórmula. Aí talvez o também dublê de cantor resolva ficar somente no mercado publicitário, raiz de seu sucesso e riqueza.

Rede TV

Próxima de inaugurar seu novo complexo televisivo a emissora está investindo em qualidade e promete vir para brigar pelo terceiro e quarto lugar no ibope. O Superpop da Luciana apesar de ainda ter discussões irrelevantes vem melhorado, enquanto a turma do Pânico experimenta um sucesso cada vez maior. Com menos agressão verbal a artistas, eles agora investem em humor com anônimos, e chegam a brigar com a Globo e roubando pontos preciosos da toda-poderosa. 

Veja o que já foi comentado sobre Televisão e Mídia:

Os Normais 2, mais malucos do que nunca
Dado Vence e Record Triunfa com A Fazenda
Pedro Cardoso: Uma Surpresa Boa!
Gugu, Eliana, Justus e a Guerra pela Audiência
Globo decreta falência dos Domingos por mais 8 anos
Aprendiz 6: Jornalismo igual a Comercial?

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Finados e Inesquecíveis – Alguns Brasileiros Memoráveis

Hoje é dia de festejar os mortos. Segundo o meu socorro constante, a Wikipédia, esse costume vem desde muito tempo e no século XIII, a igreja católica oficializou o dia 2 de novembro para rezar por todos os mortos pelos quais ninguém rezava durante o ano. Para os evangélicos, esse dia, além do descanso merecido do trabalho, não tem sentido, pois segundo sua doutrina não há como interceder pelos que já se foram.

Religiões à parte, todos os dias aumenta a quantidade de mortos pelos quais ninguém intercede. Somos uma sociedade que preza o benefício próprio. Poucos com muito, muitos com nada, e a vida continua. Asilos, orfanatos, moradores de rua, presos que não tem política nem chance de recuperação, políticos que tiram de quem não tem para ter mais… É mesmo melhor reservar um dia do ano para rezar por todos esses. Quem sabe diminua a nossa culpa.

Mas também tem aqueles que morreram e serão lembrados sempre. Eles marcaram seus nomes na história e merecem que os filhos dos nossos filhos saibam que existiram pessoas como essas. Como bom nacionalista, vou listar alguns dos brasileiros que estão para sempre na lembrança coletiva. Aproveite, querido leitor, para listar as personalidades que esqueci… Eu e minha amnésia…rs.

GetulioVargasGetúlio Vargas

Política

Criou a CLT, com regras que protegem o trabalhador, as quais os empresários estão sempre ávidos por diminuir. Também é pai do salário mínimo, esse que o Lula está voltando a melhorar, mas que ao criado por Vargas, valia aproximadamente mil reais. Além disso, e apesar de ter instaurado o AI5, antes de por fim a sua própria vida, ele também foi pai do ensino universitário, dos Correios, da Carteira de Trabalho..É ou não é para lembrar do cara?

OswaldoCruz Oswaldo Cruz 

Saúde

Além do castelo lindo que tem aqui perto de casa, ele fez muito mais pelo Brasil. Ele já foi parar até na nota de 50 mil cruzeiros. Cientista, médico, bacteriologista, epidemiologista e sanitarista, Cruz foi o responsável por erradicar a febre amarela e a varíola, doenças que mataram milhões de brasileiros.

Alberto Santos DumondSantos Dumont

Tecnologia

Considerado no Brasil e em alguns países do mundo como o “Pai da Aviação”, ele foi o primeiro a provar que o vôo controlado era possível com seus balões dirigíveis. Embora algumas nações considerem os Irmãos Wright como os inventores do avião. Somente o 14 Bis de Dumont pode decolar sem necessitar de uma rampa para lançamento.


Rubens de Falco 

Cultura

Ele é um dos protagonistas do maior fenômeno da teledramaturgia brasileira. Todo mundo fala do sucesso de Lucélia mas Escrava Isaura com certeza não teria o mesmo êxito se todos nós não tivéssemos aprendido a odiar o Leôncio. No remake da Record ele deu vida ao pai do Leôncio, e ficou claro o porque da maldade do filho. Novamente atuou de forma primorosa.

f1_199302_ayrton_senna_02 Ayrton Senna 

Esporte

Sua morte antecipada, de forma brusca e televisionada colaborou ainda mais para que ele tornar-se um mito nacional. Seu talento, determinação e carisma fizeram dele um dos maiores esportistas brasileiros. Respeitado e idolatrado em todo mundo, provou que até no circo da F1, brasileiro pode mostrar o seu valor.

paulo freire Paulo Freire 

Educação

A introdução de seu perfil na Wiki diz tudo: “Destacou-se por seu trabalho na área da educação popular, voltada tanto para a escolarização como para a formação da consciência. É considerado um dos pensadores mais notáveis na história da pedagogia mundial,tendo influenciado o movimento chamado pedagogia crítica.”

E para você, qual a sua lista de brasileiros inesquecíveis?

domingo, 1 de novembro de 2009

Lysandro Kapula – De Aluno da Estácio para produtor do programa Caldeirão do Hulk

<KENOX S730  / Samsung S730>

Durante palestra ministrada na Semana de Comunicação, Lysandro Kapila compartilhou com os presentes a trajetória que percorreu desde que decidiu cursar Comunicação na Estácio. Atualmente ele é produtor do programa Caldeirão do Hulk, produzindo o quadro Lata Velha.

Lysandro comentou que desde o começo da graduação procurou entender mais o mercado, aproveitando toda a infraestrutura que a faculdade lhe oferecia. Por seu desempenho no Núcleo de Comunicação da Estácio, foi indicado para estagiar na produção do programa No Limite.

Funcionário de uma das empresas mais desejadas pelos universitários, o ex-aluno alertou sobre a exigência do mercado: “Nunca é demais fazer um curso, terminar a graduação e fazer uma Pós. O mercado de trabalho exige cada vez mais do profissional em termos de qualificação.”

Multimídia:

Ouça na íntegra, no podcast, a participação do Lysandro Kapila na semana de Comunicação.



Mais: Confira o vídeo exibido na ocasião, com conteúdo do Caldeirão do Hulk feito exclusivamente para internet.

Foto: Adelina Veras

sábado, 24 de outubro de 2009

Tem sempre um jeito diferente de tentar enganar

spam

Diariamente recebo alguns muitos spans. Tem pra lá de vários nomes dizendo que adoraram a noite anterior e me convidando para ver como ficaram as fotos… Tem uns também que juram que são amigos de infância e que adoraram rever as fotos de quando éramos crianças. Outros e-mails são ameaças dizendo que vão tornar públicas as tais fotos comprometedoras anexas.

Esse blábláblá já está muito manjado. Tem que gastar um pouquinho mais de tempo para tentar pegar o trouxa-virtual que vai clicar onde não deve… Como foi o caso desse e-mail que recebi… Ah, quem me dera, se esse dinheirinho fosse meu prêmio mesmo… kkkkkkk… eu que não trabalhe para buscar isso não…rs.

Fiquem atentos meus queridos leitores e não saiam colocando os seus mouses onde são chamados indevidamente.

 

E você Qual foi o e-mail de spam mais malicioso  que você já recebeu?

Não deixem de contribuir e obrigado a galera que faz parte do TOP Comentaristas do meu Blog, vocês são o que me motiva a escrever.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Sobrecarga Profissional

Na França, apenas em uma empresa, a France Telecom houveram 28 suicídios desde fevereiro de 2008. Resultado de uma mudança na cultura da empresa, que antes era estatal e agora busca ser competitiva no concorrido mercado de telefonia móvel.

Aqui no Brasil por nosso histórico desde a colonização, não chegaríamos a tanto. Brasileiro ao contrário do francês, já estava acostumado a ser sobrecarregado e ter uma jornada de trabalho excessivamente longa. Bem pior que isso é quando, na busca pelo nosso crescimento e desenvolvimento social, além do trabalho temos o segundo tempo: O curso superior ou até mesmo o ensino médio. Alguns corajosos ainda encaram uma tripla jornada mental, dedicando-se ao estudo para concursos e vestibulares.trabalho

Chegamos ao final da semana com nossa mente esgotada e incrivelmente com a sensação de que deveríamos nos dedicar mais, que não estamos fazendo o suficiente. Enquanto o francês desiste dessa correria maluca do capitalismo, nós, nos massacramos mentalmente, culpando-nos a si mesmos por uma cultura empresarial onde normalmente 1 faz o trabalho de 3.

Em certa parte, por trabalhar agora na parte financeira, compreendo o dilema das empresas. Um funcionário custa ao empregador, quase duas vezes o que ele recebe em folha. Tantos são os tributos e impostos, que na busca pelo lucro e sobrevivência no mercado, acaba sendo necessário ter o seu quadro funcional cada vez mais reduzido.

O único problema nessa história toda somos nós. Falta-nos tempo – e cabeça – para cuidarmos de outras coisas igualmente importantes para a nossa vida: família, amigos, amor, lazer, descanso… Alguns, mais loucos que os franceses, acabam por doar-se demais, virão workaholics inveterados, e aos poucos cada uma dessas outras coisas vão ficando de lado… As vezes, pior do que fugir do problema é viver dele.

P.s.: Acho que esse foi um desabafo de quem está um pouco sem tempo para postar tanto quanto gostaria….rs.

domingo, 18 de outubro de 2009

Rio, Nossa Maravilhosa e Perigosa Cidade

Somos a Cidade Maravilhosa. Cantada em verso e prosa e abençoada por uma das novas 7 maravilhas do mundo. Nosso povo é - comprovadamente - o mais alegre do mundo. Nossas praias, nossa geografia, nossos corpos bronzeados... Tudo isso encanta o restante do mundo e faz da gente um dos cartões postais mais fascinantes do planeta. Somos a vitrine de um novo Brasil. País esse que almeja mais espaço na política mundial. Afinal, em breve seremos palco da final de uma copa do mundo e sede de jogos olímpicos.

Pena que todas essas coisas boas contrastam com a nossa realidade social. Somos uma cidade angustiada. Aquela que ao mesmo tempo que é premiada internacionalmente também ganha como prêmio diversas balas perdidas. Balas que acham típicos cariocas que nada tinham a ver com o motivo do disparo.

Uma cidade onde o tudo está muito próximo do nada. Onde cada esquina da periferia representa um grande risco para a sua vida. Eles estão por ali, e se não lhe reconhecerem algo pode sair muito errado.

Hoje ocorreu um fato que já era previsível. Com poder bélico tão grande, apenas o respeito impedia-os de tomar tal atitude. Mas esse respeito foi por ladeira abaixo. Mostrou-se quem realmente está no comando.

A0 menos a TV finalmente parou de nos acusar de queimar ônibus em protesto. Isso não é a população que faz. Não o legítimo carioca, um dos tantos que lutam diariamente com ônibus lotado, trem precário, metro insuficiente e baixos salários.

Nosso crime está muito organizado. Seja dentro das comunidades, nas mansões do asfalto e em todas as esferas corruptíveis... Só quem ainda não se organizou é o carioca. Esse acostumou-se a viver de altos e baixos, assim como sua geografia. Convivendo com grandes momentos como a eleição para 2016 e péssimos, como os de hoje. O início foi o abate de um helicóptero, mas essa guerra está longe de acabar.

Pena não termos apenas boas notícias dessa cidade que s0nho em ver maravilhosa.


quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Brasil, Primeiro em Reciclagem de latas. É para comemorar?

Infelizmente por falta de tempo, não posso repercutir on-line as notícias que saem na grande mídia. Algumas no meio da enxurrada de informações que recebemos diariamente, por todos os veículos, me chamam muito a atenção e sobre essas não posso deixar de oferecer aos meus leitores um pouco do que penso.

Recentemente a Abralatas e a ABal divulgaram os números referentes a 2008 mostrando que o Brasil manteve-se - como a 5 anos acontece - no topo da reciclagem de latas de alumínio (aquelas de refrigerante e cerveja). Até aí, uma notícia interessante. Se entrar nos sites das associações então, você se enche de orgulho! São muitos números e análises mostrando nossa superioridade. O ruim é sair na rua e cruzar com a realidade.

Exatamente por causa da característica de nossa sociedade é que temos tal recorde. Neste país desigual, a reciclagem acontece por força da luta pela sobrevivência. Deveria, mas não é uma questão cultural. Basta ir a qualquer estabelecimento comercial e perceber. Poucos são os lugares onde tem-se ao menos um reservatório separado para as latas. Estamos longe de ter coleta seletiva.

Esse primeiro lugar é dos catadores. Os milhares que existem Brasil afora. Eles que todos os dias, faça chuva ou sol, colocam suas mãos e expõe seus corpos a sujeira contidas nas latas de lixo, abrindo sacos plásticos que além das tais latas contém lixo orgânico quase sempre em decomposição, com fungos, bactérias e muitas  outras coisa nojentas e prejudiciais a saúde.

Por pouco, muito pouco, eles colocam suas vidas em risco, nos lixões das grandes cidades. É preciso arrumar 75 latinhas para fazer um quilo. Fico imaginando quantas sacolas de lixo eles abrem, em quantas latas de lixo eles colocam a mão para chegar nessa soma… E com esse quilo, ganha-se em média apenas de 1 a 3 reais, dependendo do lugar do Brasil.

Não sou contra a reciclagem, ela é fundamental para a sustentabilidade do planeta. Mas deve ser questão cultural. Quando todos tivermos em casa coleta seletiva, quando tivermos o hábito de recolhermos e separarmos nossos detritos, aí sim poderemos comemorar. Por enquanto é apenas mais um recorde que reflete bem a nossa sociedade. Um país que é o 8º em desigualdade social ao mesmo tempo que é também a 10º maior economia do planeta.

Enquanto fotos como as que reproduzo na galeria abaixo continuarem a serem facilmente registradas,  não temos o que comemorar.

 

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Nobel da Paz Obama? No, You Can’t.

  Esse blogueiro é fã inveterado de Obama. Até porquê, sem fazer nada, ele já é infinitamente superior ao seu antecessor que estava mais para anticristo… Mas apesar de toda essa esperança que Obama representa, espero ter sido apenas mais um no mundo a ficar chocado e surpreso, como o próprio presidente americano disse, ao saber que a ele fora concedido o prêmio Nobel da Paz.

Photo by Pete Souza - Casa BrancaTudo bem que pela origem do prêmio não fosse de surpreender algo tão contrastante e fora de hora. Afinal, a honraria leva o nome do cara que inventou o dinamite e que depois criou uma premiação para tentar safar sua consciência do estrago que ele sabia que teria feito para a humanidade.

Mas voltando ao primeiro negro dono da White House, ele tem características e está num cargo que realmente podem fazer dele uma embaixador da paz nesse planeta. Em suas mãos está a oportunidade de buscar menos o ouro negro acima de tudo e de todos, explorar menos os países pobres, e assim contribuir de forma efetiva principalmente com o continente de origem de sua família. Até hoje, toda a ajuda à África, foi apenas para dar sobrevida a população, e Obama, pode, se quiser, fazer algo muito além disso.

Salvo a necessidade de se bajular a potência nem mais tão potente assim, o prêmio deveria ficar guardado, esperando por termos uma bela história para contar, onde seu protagonista, tivesse contribuído significativamente para essa paz mundial tão necessária. Não apenas uma paz de guerras, mas uma paz de condições de conforto e dignidade iguais para os seres humanos de todos os cantos, principalmente os da parte de baixo do planeta.

Neste dia, Obama se consagraria com o Nobel da Paz, que já passou por mãos importantes e cabíveis como as Dalai Lama e Mandela. Por hora, no Obama, You Can’t. Sorry.

r7

 Veja no R7, o anúncio da premiação a Obama.

Você achou que ele já merecia ganhar o prêmio? Comente e deixe sua opinião!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

A Comunicação!

A comunicação rompe barreiras. Pois é incrível a necessidade que nós, seres humanos, temos de interagir, conversar, trocar experiências, impressões e expor ao outro, seja em palavras, gestos, mímicas, um pouco do que somos.

Nesse momento, posso ter certeza disso. Estou num hostel, e muito “conversei” com meu colega de quarto, o Matt. Uma conversa de superação. Estava lá ele com o seu dicionário de bolso, eu com o google translator para me socorrer. Mas independente dos entraves de termos do idioma já sei até que o Matt veio para o Brasil ver sua “ex-girlfriend” e não pode ficar na casa dela porque ela atualmente está casada! Aí preferiu vir para o Albergue.

comunicacaoOutro sintoma do quanto a comunicação move o mundo é minha nova função. Hoje sou analista financeiro da empresa onde trabalho. Nada a ver com a minha formação. Nada mesmo? Engano de quem pensa. É claro que é preciso alento para números, algo que alguns comunicadores e outros das carreiras de humanas rejeitam. Mas o número por si só ainda continua sendo um número.

Mas importante que ele, é o que representa. E aí, novamente entra a comunicação. Não adianta você compreender a importância dele, se não souber transmitir aos demais. A comunicação é capaz de desvendar os números e abrir as mentes. Transformar aquele resultado em notícia que seja capaz de gerar ação!

A comunicação rompe barreiras. Dos que falam idiomas diferentes e dos que falam o mesmo mas tão sem encontro das informações que poderia ser outro. O poder da comunicação é capaz de romper barreiras, acabar com guerras, transformar o mundo e principalmente a nós mesmos.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Mãe bate em filho ladrão enquanto outra protege filho pichador

Na semana passada o Brasil assistiu duas mães defenderem seus filhos de maneira, digamos no mínimo, antagônica. As duas situações aconteceram no sul do país mas são motivos de reflexão de leste a oeste.

Em Viamão (RS), uma mãe causou tanta polêmica quanto a professora de seu filho. O motivo: Ele pichou a sala de aula e a professora lhe obrigou a pintar toda a parede. O caso tomou repercussão nacional pois foi filmado pelos alunos que assistiam a aplicação da “medida disciplinar”. Muitas pessoas manifestaram-se a favor da atitude da professora, já a mãe do estudante então veio a público, alegando que não havia sido correto obrigar seu filhote pichador a fazer o serviço “sujo”.

O segundo vídeo é bem mais sério. Uma mãe de Londrina (PR), ficou sabendo pelos vizinhos que seu filho havia sido preso por roubo. Envergonhada com a situação que o seu filho a colocara, ela foi a delegacia e desceu o sarrafo no menor. A empregada doméstica ficou furiosa, e aos gritos disse que o jovem precisava roubar, porque ela trabalhava duro para dar-lhe as coisas, como o tênis que ele calçava e que ela ainda nem tinha acabado de pagar.

Vejam os dois vídeos seguidamente. É bastante interessante.

Acredito que jornalismo em blog deve ser opinativo. E nesse ínterim, deixo clara minha opinião desde o início desse post. Vejo bem de perto como é a vida dos professores. Por um salário muito aquém de sua importância para a sociedade, eles são obrigados a tentar dar um pouco de educação para pré-marginais. Não é raro, principalmente nas escolas públicas e de periferia, haver alunos coagindo os professores, as vezes até agredindo.

Muita gente questionou a atitude dessa professora, principalmente por ela ter chamado o moleque de bobo da corte. Mas, era essa a alusão que cabia. Um bobo da corte servindo aos demais, achando que pichando seria melhor ou mais forte do que é.

Vindo à imprensa protestar contra a mestra, mesmo que medindo as palavras e dizendo que o filho errou, provavelmente está dando elementos para que ele imaginasse que estava sendo defendido. É claro que o adolescente deve estar abalado, pois provavelmente virou chacota por todo canto em sua pequena cidade. Mas essa mãe deve ter muito cuidado, e zelar para que ele tenha aprendido a lição. Seguramente ela deveria ter sido a primeira pessoa a aplaudir a professora. É duro vermos a nossa cria exposta ao ridículo, embora pior ainda é ver que ele se desviou para o caminho que não devia.

Já a segunda mãe, merece aplauso e solidariedade. Educar um filho, por si só, já é tarefa das mais difíceis. Transmitir valores, ensinar, orientar e dar sustento, não são verbos que se conjugam de forma simples na vida de um brasileiro. No geral, ainda é preciso trabalhar pesado. Sem tempo para assistir os filhos adequadamente.

Mesmo quando a criação é boa ainda assim corre-se o risco de ver os nossos herdeiros seduzidos por alguma leviandade da sociedade. Foi o que aconteceu com a tal mãe. No meio de sua luta diária, ainda teve que ir buscar o filho na delegacia e mostrou para o Brasil o tamanho de sua dignidade ao por para fora toda a sua revolta por ver seu filho querido naquela situação. Ela que ainda trabalha para pagar o tênis usado pelo garoto no dia do assalto, não conteve seu instinto de mãe e quis mostrar o que era certo ali mesmo na delegacia.

E você, acha que qual mãe está certa? Deixe sua opinião e aumente o debate!

domingo, 27 de setembro de 2009

Em mais um round pela quebra do monopólio, Record lança o R7

r7A Record lançou neste último domingo o portal de internet R7. Concorrente direto do G1, o lançamento teve direito a uma Ana Paula Padrão feliz alardeando que mais um passo foi dado em direção a quebra do monoóplio da informação.

Na verdade agora seremos de um duopólio. E Record tem tomado proporções gigantescas e o futuro certamente será de uma distância ainda menor entre os dois conglomerados de mídia.

No momento do lançamento o site ficou congestionado. Confesso que como um recordmaníaco, acompanhei a contagem regressiva (de 7 segundos, óbvio!) e quando a jornalista disse que o site estava no ar eu não consegui acessar.

Mas já está ok e pelas matérias que deixaram prontas para o lançamento do portal, vejo que ele terá muitas notícias também sobre os globais, o inverso a Globo evitou até pouco tempo, quando não dava mais para deixar de noticiar as produções da Record.

Vamos acompanhar, essa briga ainda vai muito longe, e no final quem ganha é o brasileiro, que terá sempre os dois lados jogando as sujeiras uns dos outros sempre a toda, como se fosse um controle de transparência, e uma briga ferrenha pelo aumento da qualidade.

No final, teremos duas TV e uma Internet de primeira. Vejam no vídeo tudo o que promete aos internautas o R7.

Polícia Militar Carioca Abate Assaltante e Sociedade e Imprensa aplaudem

Ainda somos todos reféns. Nossa sociedade ainda tem traumas obtidos no ônibus 174, na morte da menina Eloá e tantos outros casos ocorridos em nosso país, onde a vida de vítimas são perdidas devido uma ação imprecisa da nossa polícia.

Imprensa Carioca manifesta apoio à polícia

Talvez esse seja o motivo para explicar os aplausos para a execução de um bandido que com uma granada em riste aterrorizava uma cidadã carioca, no bairro da Tijuca. Ele, que sequer foi ainda identificado marca mais um episódio de mobilização nacional.

Dessa vez, ao contrário dos eventos de grande proporções anteriores, quando perdemos inocentes para a violência urbana, o Estado encheu-se da coragem que faltou no passado e executou o delinqüente ao vivo, em rede nacional. Esse havia sido justamente o principal motivo para que antes a vida do marginal fosse polpada. O medo de se expor perante a nação, de ter sua ação repudiada ou questionada pela mídia e a sociedade fez com que vidas fossem encurtadas.

Mas para a alegria da nossa guerra civil, toda a imprensa colocou-se a favor e a sociedade traumatizada aplaudiu (veja o vídeo, abaixo, principalmente a partir do quinto minuto e meio). Os aplausos, as congratulações, devem ser considerados aqui como um desabafo. Como um grito de socorro de uma população que já não agüenta mais ser executada diariamente, seja por balas-perdidas, seja pela violência. Deve ser considerado um aplauso de uma mãe que não agüenta mais ficar com o coração partido sem saber se o filho que saiu voltará. Da mãe de um policial que passa a farda sem saber se essa pode ser a última vestimenta do seu filho.

Embora seja compreensível o aplauso, não podemos nos deixar levar pelo simples e não pensar na complexidade do episódio. Não sei como era a vida do bandido morto. Mas quem viu o documentário ônibus 174, sabe que somos todos vítimas e culpados nesse país onde prevalece a desigualdade.

Nossa indiferença a falta de educação, emprego, saúde, excesso de corrupção e falta de distribuição de renda continuará produzindo outros Sandros, Lindebergs, e muitos outros desses assaltantes tijucanos. E se pensarmos que a solução será sempre olho-por-olho, dente-por-dente, seremos obrigados a assistir diariamente uma execução na TV.

Reportagem da TV Globo sobre o assalto e execução - You Tube

Por isso, devemos sim exigir que vidas de inocentes - que não tem relação direta com os problemas do meliante - sejam poupadas. Não devemos condenar a polícia quando essa precisar usar de uma força extraordinária. Mas é assim que deve ser. Extraordinário, não rotina. Nossos aplausos, devem ser preservados, e usados em regalia quando uma escola for inaugurada, quando um professor comprar sua casa, seu carro, quando um hospital for reequipado ou, num plano maior, quando todos os brasileiros tiverem o que comer diariamente. Nesse dia, poderemos ser 180 milhões de brasileiros a aplaudir. Fora isso, é lamentar que tenha que ser assim, como foi na Tijuca.

O que você pensa sobre tudo isso… Deixe sua opinião!

sábado, 26 de setembro de 2009

Brasil, o país do futuro com jeito antigo de fazer política

A tempos estou com vontade de fazer uma pergunta aos meus leitores: Qual o evento mais importante de 2010?

Mando um grande abraço para os que responderam a Copa do Mundo, mas o próximo ano é muito mais que isso. Por coincidência ou estratégia, nossas eleições presidenciais ocorrem jutamente em ano de copa. Será que é porque brasileiro é viciado em futebol ou mero acaso do calendário?

Entretanto, nosso desafio no ano que vem é muito grande. Está para ser substituido um mito. Lula sai, deixa um legado e um grande desafio ao seu sucessor(a). Continuar seus avanços e aumentar a velocidade do progresso para definitivamente deixarmos de ser o país do futuro e alcançarmos o estágio de desenvolvimento que todos no mundo acreditam que um dia teremos.

Esse assunto é tão relevante que meu post sobre esse tema iria demorar mais um pouco para sair. Pensava em escrever algo mais elaborado que pudesse estimular mais pessoas a pensar sobre política. Mas hoje pela manhã, o Brasil de sempre foi exposto na minha cara e vi que é preciso fazer um alerta o quanto antes.

Chega de política do passado, não troquem seus votos e a chance de melhorarmos esse país por pequenos interesses. Na galeria abaixo, tem fotos que fiz com meu celular. Fotos de um Brasil onde o voto vale muito pouco, e por muito pouco se ganha muito voto.

Se mesmo hoje, no Rio de Janeiro - segunda maior capital do país - ainda podemos ver que políticos montam tendas de serviços em troca de votos, imagino o que não acontece por aí, nessa nação continental que somos.

É bacana ver as crianças brincando no pula-pula, os adultos cortando o cabelo e medindo a pressão gratuitamente - como faz questão de alardear a faixa. Mas nunca estes devem ser os motivos para se votar nesse tal de Vereador João Cabral. Fica a Denúncia e o alerta. Um país melhor depende muito da gente também.

sábado, 19 de setembro de 2009

Negócio da China?


A internet é realmente um campo aberto. E ainda sonhava o nosso governo em proibir o uso político desse meio. O mundo virtual é tão liberal que seria impossível essa proibição.

E nesse vasto campo, a Google se tornou o gigante que é hoje com seus anúncios. O único problema é que a maioria dos anunciantes são empresas nas quais não sabemos se podemos confiar. Nesse ínterim, faço uma crítica a essa companhia que criou o portal de buscas que usamos tanto e outras coisas bem pertinentes, como esse espaço de blogs. Mas, não basta lucrar com anunciantes, deveria haver uma forma de garantir a idoneidade de seus clientes, para que seu fiel público não venha a se enganar e ter até prejuízo financeiro.

Estou falando tudo isso, porque além de todos os direcionamentos que o google encaminha para milhões de sites que oferecem de tudo, reparei essa semana no tal do CompredaChina.com. As ofertas são realmente tentadoras... É praticamente um camelódromo virtual, vendendo todos aqueles produtos genéricos que geralmente só encontramos na 25 de março, em SP, na Uruguaiana, no RIO, ou similares ai pelo nosso Brasil afora.

Óbvio que é para desconfiar. O site fala que o produto é exportado diretamente da China. Confesso que fiquei tentado, tem uns celulares bem bacana a venda. Fui pesquisar no orkut e vi que tem muita gente que já teve problemas com o site (veja aqui, ou aqui). Joguei no próprio Google e vi que tem muito registro de reclamações em páginas e blogs de direito do consumidor.

É bem verdade que algumas pessoas receberam o produto. Mas muitas delas tiveram que pagar quase o mesmo preço em tributação (não esqueça que você está importando de outro país).

Enfim, fica o alerta aos meus queridos leitores. Desconfiem das grandes ofertas, mesmo quando elas estiverem sendo oferecidas em anúncios no todo poderoso Google. E a este, eu pediria para zelar mais por nós internautas que fizemos dos dois jovens fundadores, uns dos mais ricos do planeta.

Então meus camaradas, antes de cair em qualquer furada, vai dar uma volta por ai, não fique o tempo todo preso ao mundo virtual e suas falsas oportunidades. Bata perna e encontre boas promoções ai mesmo por onde você mora...

sábado, 12 de setembro de 2009

Nelsinho Piquet e a Grave Crise Ética da Sociedade Atual

As últimas notícias da F1 têm dado destaque maior ao depoimento de Nelsinho Piquet a FIA do que qualquer treino ou corrida que teoricamente seriam os legítimos agraciados com as manchetes dos jornais mundiais. Acontece que toda vez que vem a tona um caso de falta de ética, seja nos governos ou na sociedade em geral, voltamos nossos olhos chocados com a ausência de compromisso da sociedade atual para com valores como honestidade, dignidade e transparência.etica

O estudo da ética diz que ela se refere ao que é bom para o indivíduo e para a sociedade. Ou seja, além de termos compromisso com os nossos anseios, precisamos estar vinculados ao desejo coletivo. Nossos interesses não podem sobrepor-se as necessidades do grupo.

Mas o que acontece com a gente atualmente, já que a todo momento temos exemplos de uns que preferem agir de forma incoerente não importando a detrimento de quem seja seu favorecimento? E como sobrepor os nossos desejos para que o coletivo não seja ameaçado?

Volto ao caso de Nelsinho... O piloto, assumiu que bateu seu carro conscientemente, pois fazia parte da estratégia da equipe para que seu companheiro de equipe vencesse e desse mais um passo para ser campeão mundial. Como o ambiente da Fórmula 1 é restrito e movimenta muito dinheiro, acredito que o piloto não teria outra alternativa caso quisesse permanecer na categoria, pelo menos correndo pela sua equipe… A mesma situação deve ocorrer com um político que chega limpo ao poder, mas se vê coagido a fazer o mesmo que todos os outros que se apoderam ilegalmente do dinheiro de milhões de brasileiros. nelsinhopiquet

Entretanto, ao mesmo tempo que deve ser difícil subverter os conturbados modelos da sociedade, é mais difícil ainda antagonizar-se e agir contra o que acreditamos. Ou será que não acreditamos? Será que todas as pessoas envolvidas em casos éticos agem conscientemente, mesmo sabendo que suas ações vão de econtro as necessidades dos demais?

Vivemos numa sociedade onde ter ética está diretamente relacionada a oportunidade que você tem de manter-se ético no ambiente que vive. Até hoje, raras são as exceções que mantêm-se integras perante um cenário onde o relacionamento indivíduo – sociedade está a todo tempo posto em prova. Talvez por isso, continuaremos a ter essa grande direfrença entre ricos e pobres. Tamanha é nossa falta de ética, que já acreditamos que para um existir, o outro também precisa. Não há ricos sem pobres, e se precisar ser assim, tudo bem!

Comente o texto! Vote abaixo para saber se gostou da leitura…

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Uma Cameron Diferente e Uma Prova de Amor

Uma-Prova-de-Amor A partir da próxima sexta, no ainda traumático 11 de setembro, estréia nos cinemas brasileiros o filme Uma Prova de Amor. Depois de tanto interpretar louquinhas, desastradas, cheias de charme e pretendentes teremos a oportunidade de ver uma Cameron Diaz bem diferente de longas como Quem Vai Ficar com Mary, Tudo para Ficar com Ele ou Jogos de Amor em Las Vegas.

A película é um drama familiar e a personagem de Cameron, uma mãe dedicada que sofre e luta por sua filha com leucemia. Pelo trailer, parece ser interessante ver como se sairá a atriz (segunda a chegar na faixa de 20 milhões de dólares por filme) atuando com intensidade dramática. E Com direito a cena de raspagem de cabelo à la Carolina Dieckmann.

Para completar o drama, a segunda filha, gerada principalmente para poder doar a medula para a irmã com câncer, resolve questionar se ela tem realmente que fazer isso, se é justo ela ter nascido com a obrigação de encarar uma cirurgia para ajudar a irmã.

Mas para quem não estiver de encarar um drama no final de semana, ainda resta dar muitas gargalhadas com Os Normais 2, que está rumo aos 2 milhões de espectadores, ou assistir ao novo longa de animação da Disney Pixar “Up, Altas Aventuras”. Melhor que isso, só com pipoca e guaraná!

Assista o trailer de Uma Prova de Amor:

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Seja Bem-vinda de Novo

ilooktoyou280 Whitney, Michael, Madonna, Elis Regina… Todos talentos únicos. Mas destes, apenas a Madonna soube se reinventar. Ela transformou todas as suas fraquesas em força e sempre deu a volta por cima. Já em terras tupiniquins, Elis não teve a mesma sorte. Seja pela circunstância de sua morte, ou pela forma que sua filha, Maria Rita,  fala, e vemos que ela não via sua mãe com o mesmo apreço que os fãs da saudosa.

Entretanto, o pior exemplo de todos ainda é Michael. Exatamente por ser o maior entre esses que citei. Ele levou uma vida de devaneios, bizarrices, e transformou seu talento em algo sombrio. Sempre tentando tornar-se o que não era, quando bastava ser o melhor artista de todos os tempos.

Atualmente estou ouvindo, para conhecer, o novo CD da Whitney Houston. Ouço, muito mais por esperança, que por gosto. É que, quando vejo, por mínimo que seja, qualquer sinal de recuperação dela fico muito feliz. Não dá para ver tanto talento perdido para a fraquesa humana, sem se compadecer. Seu single mais recente, I Look to you, também faixa título do novo álbum, está apenas na 99º posição do Top 100 da Billboard. É longe de ser o sucesso do passado - quando ela tornou o CD Guarda-Costas a trilha sonora de Filme mais vendida de todos os tempos - mas simboliza um recomeço.

Lutar contra as nossas fraquesas deve ser o maior desafio de todo ser humano. A todo tempo somos colocados a prova, para vermos que nunca seremos as estrelas que as pessoas nos projetam. Nossos defeitos estão continuamente presentes, nos fazendo errar, mesmo quando já nos tinhamos propostos não voltar mais pelo mesmo caminho.

É por isso que desejo a Whitney sucesso. Pois todos somos fracos, mas nunca podemos ser impedidos de recomeçar.

Up: Depois de ter o single entre os 100 mais da parada Billdoard, o CD Whitney ficou em 1º lugar entre os mais vendidos segundo a Billboard 200. Depois de 7 anos a cantora tem novamente um álbum lançado no topo da lista!

Deixem seus comentários!

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Todos os Tipos de Amigos

Amigos. Eles podem ser muitos, poucos e as raríssimos. Independente da quantidade, são únicos. Únicos entre si, com personalidades, gostos, afinidades, jeitos, trejeitos diferentes. Isso porque cada pessoa te toca de um jeito. Com cada pessoa que cruzamos vivemos uma nova história.

Há aquele amigo distante, raramente o vemos, sentimos uma saudade gostosa, uma vontade de saber que ele está feliz, vivendo, sorrindo, amando… Em contraponto tem amigo chiclete. Está com a gente quase todo dia, sempre presente, mesmo que por telefone, e-mail, msn… Esse é aquele amigo para o qual contamos tudo. Ele sabe tanto da nossa vida que as vezes nos surpreende falando coisas que parece ter saido da gente.

Tem amigo de balada, aquele que não precisa saber muito da sua vida para passarmos momentos muito divertidos juntos, dançando, bebendo, num clima de descontração e cumplicidade. Mas também tem o amigo de espírito. Aquele que é o nosso socorro quando precisamos falar do que sentimos, sobre o que cremos e dos nossos sonhos. Esses, falam com a nossa alma, dando respostas que precisamos ouvir. Mesmo que já tenhamos ouvido, é qunado vem dele que escutamos.

Ah, são tanto os tipos, tantas as formas. E no meio de tudo isso ainda podemos ter a sorte de encontrar algum amigo-irmão. Aquele que faz valer a máxima, tornando-se o irmão que escolhemos.

O mais importante disso tudo, é saber que todas essas pessoas são importantes. Cada um tem uma função particular em nossa vida e de alguma forma nos complementa. Que bom que existem os amigos!

domingo, 30 de agosto de 2009

Os Normais 2, Vani e Rui mais malucos do que nunca!

OsNormais2 Quem ainda não viu, prepare-se! Eles voltaram muito mais loucos e tarados que nunca. OS NORMAIS 2, como o sub-titulo diz, é a noite mais maluca de todas. Rui e Vani mais uma vez dão show e saboreiam seus fãs que sempre se perguntam porquê o seriado acabou com muitas e muitas gargalhadas.

O filme é gostoso de ver. Com muito pouco de linguagem de cinema - boa parte dos seus 74 minutos foi rodada em estúdio – é como estar numa sala, cheia de amigos, com uma big tela, passando mais algum tempo do lado desses malucos que fazem tanta falta as nossas noites de sexta.

Deu para matar a saudade. Fernanda novamente brilhante e Vani ainda mais pirada que na TV. Suas sandices são agora capazes até de jogar alguém pela janela abaixo, depois de um barato com oxigênio puro num hospital (cena imperdível!). Já Luiz Fernando deve ter provado a ele mesmo que seu lugar é ao lado dela. Tanto ele já fez após o fim da série, mas não adianta: Rui é o ápice, e Fernanda a parceira ideal. A prova disso é que o filme teve apenas uma leitura de roteiro e nenhum ensaio!

É verdade que houve uma exagerada no palavrório. Esqueça pixirica, a Vani agora solta o verbo. É buc… para lá, xoxo… para cá… Os dois passam o filme inteiro procurando companhia para sexo à três. Mas o bom é que esse é um tipo filme que já se pode esperar por isso. Os Normais está longe de ser politicamente correto e o charme da série é esse. Só não aconselho levar sua vozinha no cinema dessa vez! (rs)

Dizem que gravaram material extra para uma mini temporada à ser exibida no final desse ano ou em 2010. E a terceira incursão pelas telonas já está acertada. Vai contar como foi a lua-de-mel (sim, eles finalmente casaram!).

Desde já estou ansioso pelo próximo longa e pela temporada, ouvir a musiquinha da serie durante o filme deu ainda mais saudade depois que o filme chega ao fim.

Bilheteria

No cinema desde essa última sexta-feira, 28, é o maior lançamento após a retomada do cinema nacional, estando em cartaz em 432 salas. A expectativa é superar o público de quase 3 milhões que assistiram a primeira aventura do casal nas telonas.

Em ano de mega-bilheterias para os filmes nacionais, espero que a saga da minha Vanizinha se torne logo um dos 10 mais vistos de todos os tempos do cinema brasileiro. Isso animaria muito mais a Globo a convencer os atores a continuar com a série muitos e muitos anos, já que grandes porcarias como o Zorra Total perduram e nem mereciam existir.

As 10 maiores públicos do cinema brasileiro de todos os tempos

1 - Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976)...............................................10.735.305
2 - O Ébrio (1946)...........................................................................8.000.000
3 - Casinha Pequenina (1963)..............................................................8.000.000
4 - Jeca Tatu (1960).........................................................................8.000.000
5 - A Dama do Lotação (1978)..............................................................6.508.182
6 - Se Eu Fosse Você 2 (2009)..............................................................6.090.168
7
- O Trapalhão nas Minas do Rei Salomão (1977).......................................5.736.775
8 - Lúcio Flavio - O Passageiro da Agonia (1977)...............................….......5.401.325
9 - 2 Filhos de Francisco - A História de Zezé Di Camargo e Luciano (2006).........5.319.677
10 - Os Saltimbancos Trapalhões (1981)..................................................5.218.574

Fonte da lista: Filme B e Portal do Cinema.

Trailer do Filme

Para matar mais a saudade, escolha e reveja aos episódios (Viva ao Youtube)

Comentem!!!! Please!!!! Ler os comentários dá muito mais ânimo de escrever, seja para continuar ou para melhorar, seja pelas críticas, sugestões e pelos elogios.

Esse post é 5 estrelas? Clique abaixo e em um segundo classifique.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Dado Vence e Record triunfa com A Fazenda

dado-286x320 A noite do último domingo provou que realmente a Record está aprendendo a fazer “Uma TV de Primeira”. Logo no filão que se tornou expertise da Globo, a emissora do Bispo mostrou que pode bater um bolão e fechou com chave de ouro seu reality rural em primeiro lugar de audiência.

Dado Dolabella se consagrou campeão por unanimidade (86% dos votos do público). Ele foi 8 vezes para a Roça, como chamam o dia de Eliminação na Fazenda, arrumou uma companheira na Roqueira Danni Carlos, e juntos eles tiraram quem ousou passar pelo caminho deles. Sem dúvida campeões na preferência do público.

Com celebridades de segunda, a Record mostrou a força de um produto bem elaborado, capaz até de alçar a fama desses que estavam na segunda linha dos artistas. Pode ter ainda quem não conheça a Danni Souza, mas antes disso, menos ainda sabiamos quem era aquela por trás da folhas Samambaia, do Pânico na TV.

a-fazenda-21 O ponto auto da bela produção do programa foram as provas do Desafio Semanal. Muito bem elaboradas, a produção do programa soube usar todo o imenso espaço da fazenda para criar provas criativas e desafiadoras. Todo o adereço, toda ornamentação do local criava o clima necessário para a prova. A mais fantástica - digo espetacular – foi a do Gelo. Desde a saída da sede, os participantes viram espuma caindo do telhado, para lembrar neve, bonecos de gelo, uma pista de sky com mais de 20 metros, tudo criando um clima bem integrado a prova que se sucederia.

O apresentador Britto junior, ao contrário de seu concorrente Bial, algumas vezes chegou a demonstrar seu favoritismo pelo Carlinhos e sua “pinima” com Dado. Mas sua condução não chegou a comprometer e promete ser um segundo Bial, que tem o BBB na sua mão, na concorrente platinada.

Me lembro que no início da produção do programa a Record chegou a ter problema para fechar as cotas de patrocínio mais caras. Os grandes anunciantes não tinham certeza do sucesso da empreitada. Também puderá, até bem próximo da estréia ainda não se tinha certeza dos participantes e circulava na imprensa uma lista imensa de pessoas que recusaram o convite para a empreitada.

globo_contra_record Mas o problema foi superado com louvor, cada uma das provas ou festas tinham patrocinadores fortes no segumento de telefonia, automóveis, bebiba, energia, bancário e higiene. Foram tantas as empresas que se juntaram A Fazenda que a emissora já está louca para lançar a 2ª Edição do programa, e faturar alto dessa vez, com a prova de que seu produto tras audiência. E provavelmente subirá o nível estelar dos próximos participantes. A muita gente famosa que está sonhando em fazer da Fazenda seu trambolim, assim como Dado, que usou o reality para limpar sua imagem de encrenqueiro, fazendo o tempo todo a linha boa-praça, apesar de ter arrumado muita briga lá.

No final, o programa foi uma boa investida da Record em seu projeto de se consolidar como alternativa perante a toda poderosa Globo. Em tempos nos quais suas novelas não estão mais causando o impacto que causavam até Chamas da Vida acabar, A Fazenda salvou os indices de audiência da Record e a colocou novamente pela briga para um dia chegar ao primeiro lugar de fato, No Limite que o diga…

domingo, 23 de agosto de 2009

É hora de jogar com a Bolsa

bolsa_jogo Aplicar e ver seu dinheiro dobrar… Lucros irreais para qualquer outro tipo de investimento… Diariamente ouvimos nos telejornais o vai-e-vem das bolsas de valores, mas apesar de tentador é dificil pegar aquela sua reserva e sair jogando na Bolsa, pois além de difícil é arriscadíssimo, para quem não conhece o mercado.

A Bolsa brasileira voltou a ser o assunto do momento, recentemente as maiores revistas semanais brasileiras publicaram matérias dizendo que é o momento de voltar. Na verdade até passou do momento, porque para os corajosos, o momento mesmo é quando há uma crise e as ações despencam ladeira abaixo.

Mas se você não entende bulufas de ações é a hora também de agradecer mais uma vez pelo orkut existir… No site de relacionamento, há um joguinho criado pela Revista Exame, totalmente vinculado aos resultados reais da Bolsa. Você pode brincar a vontade, acompanhando dia-a-dia o seu desempenho em relação ao fechamneto real da BM&F. Será que você seria um bom investidor?

Basta adicionar o joguinho ao seu perfil (Clique aqui para isso) e ganhar 50 mil reais virtuais para começar a brincadeira. Depois disso, só procurar ações que estejam com um preço bacana e que sejam de empresas com perspectiva de crescimento. O próprio jogo, ao clicar no nome das empresas, lhe conduz a página do portal exame que contém todas as oscilações das ações dessa companhia, os resultados das outras empresas do setor, e muita informação em formato painel que começa a clarear nosso entendimento.

O desafio é ser melhor investidor que seus amigos que também tenham instalado o aplicativo. Se você passar no teste, quem sabe pode ousar a fazer disso uma brincadeira de gente grande e investir alguns reais de verdade.

Meu Desempenho

Até que estou me saindo bem até o momento. Dos cinquenta mil iniciais em Abril deste ano, somo atualmente 56 mil. mais de 10% de rendimento, isso porque eu levei 2 meses para ter coragem de começar a investir mais… (se fiz isso num jogo, imagina como serei conservador com dinheiro de verdade! rs…) E só não tenho um lucrinho maior porque seguir dicas erradas para esse mercado é suicidio. Por esse motivo comprometi uns 2 mil do meu lucro.

Vale muito a pena para quem tem vontade de fazer um test-drive antes de investir na Bolsa.

Não deixe de dar um clique nas marcação abaixo e dizer quantas estrelas vc dá para esse post.

FIES, ProUni e uma breve questão sobre a continuidade do ensino

Antes, ingressar no ensino superior era quase que impossível dependendo do nível social esteja inserido. Haja vista que, desde sempre, as faculdades públicas são em sua maioria para àqueles que puderam estudar nos melhores colégios e se preparar com tempo para o tal do vestibular.

É claro que se tem excessões! Mas não é tão simples partindo do pressuposto que muitos já têm de ingressar no mercado de trabalho, furtando-lhes um precioso tempo para estudo e preparação.

Mas hoje em dia, estar no ensino superior ficou tão acessível ao ponto de ser praticamente obrigatório que se esteja cursando-o para poder ter um emprego razoável que pague mais que o exclusivo salário mínimo. Existem atualmente centenas de faculdades particulares espalhadas por esse país, que para atrair seu “cliente-aluno” facilitam cada vez mais o ingresso.

Muitas vezes por um vestibular fraco, que apenas exige uma redação para saber se o tal fulano sabe ao menos escrever. Existe ainda, além das tão polêmicas cotas (no coments, não é o foco desse texto) duas excelentes iniciativas do governo para inclusão universitária: O mais recente ProUni e o FIES.

O ProUni surgiu como a evolução do FIES. Neste plano, o aluno não adquire dívida com o governo, e sim uma bolsa que pode cubrir até 100% de suas mensalidades. No FIES, durante o curso, apenas um valor trimestral de cinquenta reais é pago pelo estudante, a título de juros. Pós-formação é que o credor, a União, deverá ser pago.

Esses programas são um grande incentivo e uma bela porta de entrada para os cidadãos que sonham em ter um diploma superior. O grande problema vem a seguir. Como se manter estudando e elegível a estes programas? A quem não entendeu nada e estava achando até aqui tudo uma maravilha, explico o porquê da questão.

Está provado, que a grande maioria dos estudantes contribuem para o sustento de suas famílias. Por tanto a vida da maioria dos acadêmicos precisa estudar e Trabalhar. Conciliar essas duas atividades não é nada simples. Não adianta ser um excelente estudante e ser um péssimo funcionário. Já que não é só a bolsa que nos dá condições de estarmos no superior. Além do auxílio ou total responsabilidade com o sustento familiar, ainda soma-se nesta conta os gastos com passagem, alimentação, livros e as toneladas de cópias de textos que os professores solicitam.

Até aí, ok, tranquilo. Quando busca um objetivo, é necessário obstinação e determinação. A gente tem mais que dormir pouco, estudar muito e passar o dia envolvido com o trabalho. Sim, tranquilo! Mas e quando a sobrecarga está demais e por isso, perde-se uma ou mais matérias, repetindo por falta ou nota? Já que em ambos os programas, se o beneficiário tiver alguma matéria repetida, por um desses critérios, ou até mesmo tiver passado, mas com nota média inferior a 75%, torna-se inelegível a continuidade da bolsa.

Sei que muito vão pensar e até falar “Claro, tá ganhando do governo, tem mais que estudar mesmo e tirar notão sempre, sem perder matéria”. Concordo! Mas é uma pena que seja tão dificil colocar isso em prática!

Geralmente o trabalho consome um montão da nossa mente. Ao ponto de no final do expediente, estarmos tão cansados mentalmente que nem aguentamos ir para a facul. Fora os dias em que a falta se faz necessária por causa das horas-extras, no geral nem pagas, que precisamos esporadicamente fazer em nossos empregos.

Fica difícil até de estudar para as provas. Ler todos os textos recomendados, ampliar os assuntos debatidos em aula, fazer todos os trabalhos de campo solicitados, então… E é mais dificil ainda sobrar um tempinho para algo que seja tão gostoso para a gente pessoalmente, como ir à praia ou escrever algumas linhas para postar num blog.

Mas infelizmente a regra é clara e não pensou-se nesses poréns ao determiná-la. Você pode ser um grande apaixonado pela sua futura carreira, mas bobeou, dançou: do programa!

Neste caso, sou obrigado a retornar a questão: Como continuar estudando se excluso de um desses programas que vieram tanto a somar? Quem souber a resposta por favor diga-me, pois as faculdades particulares, ao longo do percurso de nossa graduação, aumentam tanto o valor das mensalidades, tornando impossível conciliar todas as obrigações já citadas e ainda pagar os valores totais, sem os descontos do governo.

A foto do post faz parte do acervo da Agência Brasil, de uso público.

O que achou do texto? Vote abaixo e classifique o artigo!

Tem alguma opinião sobre o assunto, não deixe de comentar!

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Pedro Cardoso - Uma Surpresa boa!

Bom é ser surpreendido quando não se espera tanto. Na última semana li uma entrevista na Isto É que me chamou muito a atenção. Nela, o ator-humorista Pedro Cardoso me surpreendeu positivamente ao tornar do meu conhecimento sua luta pela diminuição da pornografia na TV e por seu posicionamento político.

Vendo toda quinta suas peripécias na encarnando o ótimo Agostino Carrara, me divertindo acompanhando todas as trapalhadas que sempre o colocam em confusão com sua grande família, nunca parei para perceber o ator por trás do personagem. De tão bem construído, pareceu tão natural, que depois de tanto tempo não pude discernir o Tinho, do ator Pedro Cardoso.

E foi por isso que gostei tanto da entrevista. Descobri um ator, que apesar de ser parente sanguíneo de FHC, declaradamente sempre votou em Lula. Olha que bacana. Você tem um primo, convive com ele familiarmente (o Pedro freqüenta a casa de FHC) e tem uma ideologia edificada ao ponto de dizer, primo, não acho você o melhor para o meu país. Também ficou claro seu engajamento contra a pornografia na televisão. Um paradoxo para quem está lançando em breve um filme chamado “Todo Mundo têm Problemas Sexuais.”

Concordo com o ator quando ele rebate ao repórter que o propõe justificar como a TV teria audiência sem pornografia. Seu próprio programa, assim justificou e para mim concluiu o assunto. Na TV, o mais importante atualmente é vender corpos e desejos. O mais interessante do No Limite não é o desafio e sim as mulheres que já até posaram nuas (antigamente eles ainda escolhiam umas à posar, e não “posadas”). O mais bacana no Zorra não são as piadas, mas a parte da namoradinha de "Nerson" que, no meio de um estúdio gelado fica pelada com uma cerca apenas tapando o produto que ela vende ao final de um sábado.

Estou longe de ser moralista, mas temos tanto excesso na nossa TV, que surpreende ver que um ator, da Vênus platinada, também tenha esse descontentamento. Gostaria de encontrar coisas mais interessantes na TV, mas exatamente por isso, meu refúgio é aqui no meio dessa blogosfera tão rica em conteúdo.
Na foto, Pedro caracterizado pelo seu personagem mais famoso (foto divulgação - TV Globo)
O que você achou do texto? Dê seu voto abaixo!

domingo, 16 de agosto de 2009

Viagem por Dentro de Mim

Faz tempo que eu não venho por aqui escrever-lhes algumas linhas de meus pensamentos. Entrei e férias e resolvi descansar um pouco de tudo, para dar uma zerada na mente.

Era para ser mais uma ida a Buenos Aires, lugar que eu gosto muito. Mas a gripe me fez abster de 2 anos de espera e resolvi desencaixotar outro desejo.

E fui lá eu, conhecer o que o Beto Carrero contruiu com tanto capricho e bom gosto. É impressionante ver o oásis que aquele sertanejo construiu no meio de um Brasil com tanta coisa mal feita. O parque é, como diriam os paulistas, massa. Passei belos dias fazendo o que todos devem fazer periodicamente: Virar criança!

Penha, a cidade onde o parque fica localizada mostra a força de um investimento bem sucedido. Tudo lá gira em torno dos 14 milhões de metros quadrados do parque. O êxito do Beto mantém o PIB local e não há ninguém que não tenha já cruzado com o dono do parque pelas ruas da cidade.
Depois de ser criança, é melhor badalar um pouco por Floripa, não sem antes passar por Bauneário Camboriu, que aliás poderia ter o nome de "Pequena Copacabana". Tudo lá se parece uma réplica do bairro carioca. O povo de lá gosta tanto do Rio que até um Cristo eles têm. Mas o deles não está de braços abertos, mas com um canhão de luz iluminando a cidade.

Em Floripa fica o gostinho de estar de volta a uma cidade grande, porque ver tudo fechado as 22 horas como acontecia em Penha é algo que um carioca não está acostumado. Para me livrar do trauma de citytour lá fui eu passar todo um dia no entra e sai de ônibus para um desafio, conhecer a enorme ilha de Floripa e suas mais de 100 praias em um único e longo dia.

A conclusão é que eu prefiro conhecer qualquer lugar sorrateiramente, como se por alguns dias pudesse virar um cidadão local, assim como fiz em Penha, onde me aventurei por ônibus que de tão antigos lembram os das novelas ambientadas na zona rural.

Ainda assim, o melhor foi fazer uma viagem por dentro de mim. E confirmar para mim mesmo, que apesar de estar aberto ao que pode acontecer em minha vida, tenho o direito de não querer nada que vá contra tudo que sou.

Sou o que penso e o que penso é o que me move. Não adianta buscar na diferença complementação sem que essa seja uma junção de valores. Isso seria lutar contra você é e o que acredita. Mas estive aberto, a conhecer e me conhecer, a saber o que penso, o que quero e o que não quero para o meu futuro.

O melhor da viagem fiz por dentro de mim.

domingo, 21 de junho de 2009

Gugu, Eliana, Justus e a guerra pela audiência!

Apesar de não ver muita TV, gosto de acompanhar os bastidores das notícias e ver como está a famosa guerra pela audiência e se a Record vai mesmo conseguir seu objetivo de se tornar uma emissora cada vez mais competitiva perante a toda poderosa Globo.

Se tudo o que estão especulando os meios de comunicação acontecer a emissora do bispo tentou dar um golpe certeiro no Silvio Santos, levando o Gugu e o que sobra de audiência e faturamento no SBT, mas o dono do baú mostrou que ainda não está morto em estratégia e de uma tacada só está tirando dois artistas de peso da Record: Roberto Justus e Eliana.

Sendo confirmado, a tacada da Record, de ter um cast mais fortalecido comercialmente acabará enfraquecida pois apesar de estar levando o maior faturamento do SBT para a sua casa está perdendo dois talentos que lhe dão muito retorno. Desde quando a Record ainda estava se consolidando, Eliana apostou no canal e migrou seu programa infantil para a emissora da Barra Funda. Ao contrário de Xuxa, a loira dos dedinhos evoluiu, entendeu que já tinha chegado o momento de amadurecer seu público e hoje faz um sucesso relativo comandando o Tudo é Possível aos domingos. Seu programa começou com pouco tempo na programação e hoje é uma boa alternativa para o horário. Enquanto ela comanda quadros bacanas, como o excelente Na Ciência Tudo é Possível, as outras principais emissoras estão com o passado Didi e sua turma que cada vez menos lembra os saudosos Trapalhões e Silvio está tentando ganhar mais um trocado, seja colocando o pobre coitado do Celso Portiolli para atender telefone ou seja ele mesmo comandando o Roda a Roda do Baú.

Justus, apesar do pouco tempo de TV, conseguiu prestígio e audiência qualificada para a emissora com o seu Aprendiz. Longe de ser Donald Trump, mas ainda sim uma excelente alternativa para os padrões da TV Brasileira, seu programa é faturamento certo para a emissora, embora a audiência não seja tão grande quanto o Troca de Família, outro grande programa da Record que revesa o horário nobre com Justus na grade anual.

Todo esse troca-troca de apresentadores pode vir a favorecer a todos nós telespectadores. Mas o que é fato mesmo é que o bolso dos alvos dessa briga é a parte mais privilegiada da questão. Para ir para a Record, estima-se que Gugu vai igualar ao salário extratosférico de Fausto Silva, ganhando a bagatela de 3 milhões de reais. Já Eliana, que teve seu salário reduzido na última renovação com a Record, vai para o SBT com a "pequena" soma de 600 mil reais mensais. E para convencer o marido da Ticiane Pinheiro (?) a abandonar a próxima edição do Aprendiz Universitário e ainda um projeto que entraria agora no segundo semestre na Record, um game inspirado no importado"Quem quer ser umm milionário?" a soma deve ter sido tão polposa que o SBT contratualmente não pode revelar.



Instabilidade do Patrão

A fama de instável, assusta cada vez mais os interessados de migrar para o SBT. Para aceitar o convite, os aApresentadores fizeram questão de colocar em seus contratos cláusulas que não permitam ao dono do Baú os tirar do ar ou fazer um milhão de mudanças em seus horários. Sílvio tem dificuldade até mesmo para atrair atores para os seus projetos de teledramaturgia. Ao serem convidados pelo comunicador e dono da emissora, a primeira pergunta é se pode ser colocado em contrato estabilidade de horário.



Record x Globo

A Record, com o fracasso de suas atuais novelas está um pouco mais distante de seu objetivo (diga-se fixação) de incomodar a audiência da única emissora carioca. O contra-ponto atual é o polêmico Reallity A Fazenda, que tem mostrado fôlego e está com a audiência crescente. O surtado do Theo Bhecker está rendendo louros para um investimento com orçamento estourado e incerteza de sucesso.


Só nos resta agora acompanhar as cenas dos próximos capítulos possam de alguma forma trazer melhorias na nossa TV Aberta. Se isso não acontecer, ainda resta a blogosfera, essa sim uma diversão garantida!