terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Brasileiro deixa - COM RAZÃO - bilhões no Exterior

O Globo publicou hoje no site matéria sobre o gasto do brasileiro no exterior. Até agora já gastamos 14 bilhões este ano em outros países. O jornal cita que a quantia é recorde e 51% maior que o mesmo período do ano passado e maior de todos os anos onde houve este levantamento.

Uma pena que a matéria fala, fala, mas não diz porque estamos gastando tanto lá fora. Tirando as multinacionais, que já seria praxe, o grande vilão para essa conta do governo é o turismo.

E não precisa ser economista para achar que esse número ainda está para baixo. A quantia real deve ser ainda maior se comparado ao que não é declarado.

Para tal, há motivo suficiente e a tendência é que sejamos cada vez mais defictários. Não há como o mercado interno concorrer. Nossa economia está cada vez mais forte, o brasileiro com uma renda maior e, paradoxalmente, o custo de vida no nosso país chega ao absurdo.

Quem tem, pega o pouco que tem, e vai comprar com menos custo e mais qualidade no exterior.

Seja numa ida a vizinha a Argentina, ou ao paraíso do consumo Norte Americano, sair do Brasil para consumir é sempre uma grande vantagem. Enquanto a indústria brasileira continua diminuindo a quantidade dos produtos e aumentando os preços, lá fora muita coisa vem mais e custa menos.

Vejamos os muambeiros internacionais. E digo aqui não só dos paraguaios, mas dos que vão para Miami e Orlando... A diferença de custo é tão grande, que ainda nos dias de hoje vale a pena ir lá pra fora, comprar, revender no Brasil, colocando seu preço em cima, pagando as despesas com viagem e hospedagem, tirar seu lucro e ainda sim ainda dá para entregar ao consumidor final um preço mais em conta que ele compraria no Brasil!

Realmente, não dá para o produto nacional concorrer.

Enquanto no Brasil não houver uma tributação que proporcione competitividade e o mercado brasileiro não equacionar a razão de lucro, continuaremos vendo nosso dinheirinho sair rumo a outras nações mais coerentes. Neste caso, nada mais que justo!
Na foto este blogueiro confessa: Também fugiu do Brasil para se render ao consumismo. (Argentina/2010)

11 comentários:

Yago Henrique disse...

Cara, é raro ver um blogueiro que não seja do contra, que só queira criticar... gostei da sua sinceridade no post ;D
Abração!!

Ass: http://seguidordaspalavras.blogspot.com/

Barbara Nonato disse...

Vários são os aspectos nos quais o Brasil precisa ainda mudar/evoluir. Este é um deles! Mas é difícil crescer em meio à tanta burocracia e politicagem... Enquanto isso, seguem-se os lucros estrangeiros!

Até!

Luciano Castro disse...

burocracia é mato...
frustrante....

mto bom o post

karoools disse...

Um blog despojado, gostei.
parabéns

Camila Gusmão disse...

Daniel, eu sou a favor do nacional, mas quando o governo pouco faz, ou nada faz pra aumentar a competitividade dos nossos produtos o certo é isso mesmo...
Poupar o bolso e comprar fora daqui.

PLANETA HUMOR disse...

e verdae as coisas do brasil e mt mais caro do que os preços do inrerior


http://planetahuumor.blogspot.com/

Barbara disse...

Parabéns! Muito interessante o texto... Quando for de novo a argentina, me traga presentes uhauahua

Kiko Lemos disse...

Gostei do texto, uma linguagem simples e leve além de interessante ;)

Bia Carmo disse...

Isso é um fato. Enquanto for mais barato comprar lá fora, não haverá grandes mudanças.

Lucas Adonai disse...

"Enquanto no Brasil não houver uma tributação que proporcione competitividade e o mercado brasileiro não equacionar a razão de lucro, continuaremos vendo nosso dinheirinho sair rumo a outras nações mais coerentes. "

EXATO!

felipe disse...

Concordo em tudo no que dizes...mas creio que aos poucos o Brasil melhorará. ^^ Ou é muito utópico?